26/12/2016

Ilustrações de Natal

Natal - ilustrações de Natal

O Propósito Esquecido do Natal
Será Natal em poucos dias, e algo tem me preocupado, que o ritmo do feriado pode estar obscurecendo o propósito do feriado.
Eu vi uma manjedoura num shopping. Correção, eu mal vi a manjedoura, eu quase não vi. Eu estava com pressa, hóspedes chegando, Papai Noel passando em casa, pregações para terminar, cultos a serem organizados, presentes a serem comprados.
A correria foi tão grande que a cama do Cristo foi quase ignorada, eu quase perdi. E se não tivesse sido por um filho e seu pai, eu teria perdido.
Mas do canto do meu olho eu os vi, um menino de três ou quatro anos, usando jeans e camiseta, olhando para o bebê na manjedoura. O pai, em roupa de trabalho e boné de beisebol, olhando por trás do ombro do seu filho, apontando para José, depois Maria, depois o bebê. Ele estava contando a história ao seu filho.
Os olhos do menino brilhavam, seu rosto estava repleto de maravilha. Ele não falou, apenas ouviu. Ele não se mexeu, apenas olhou. Quais seriam as perguntas que enchiam a cabeça daquele menino? Será que eram as mesmas de Gabriel? O que acendeu o encanto no seu rosto? Era a magia?
E por que é que dentre centenas de filhos de Deus, apenas dois pararam para considerar seu filho? O que é esse demônio de Dezembro que rouba nossos olhos e aquieta nossas línguas? Esse não é o motivo para pararmos e refazermos as perguntas de Gabriel?
A tragédia não é que não podemos respondê-las, mas que estamos ocupados demais para fazê-las.

18/05/2016

O que é o coração (na Bíblia)

 Primeiro, vamos afirmar o óbvio: este artigo não é sobre o coração como um órgão vital, um músculo que bombeia o sangue por todo o corpo. Nem este artigo se trata de definições românticas, filosóficas ou literárias.

Em vez disso, vamos nos concentrar no que a Bíblia tem a dizer sobre o coração. A Bíblia menciona o coração humano quase 300 vezes. Em essência, isso é o que diz: o coração é aquela parte espiritual dentro de nós onde os nossos desejos e emoções habitam.

Antes de darmos uma olhada no coração humano, vamos mencionar que, uma vez que Deus tem emoções e desejos, pode-se dizer que Ele também tem um "coração". Nós temos um coração porque Deus o tem. Davi era um homem "segundo o coração de Deus" (Atos 13:22). E Deus abençoa o Seu povo com líderes que conhecem e seguem o Seu coração (1 Samuel 2:35, Jeremias 3:15).

O coração humano, em sua condição natural, é perverso, traiçoeiro e enganador. Jeremias 17:9 diz: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?" Em outras palavras, a Queda nos afetou no nível mais profundo –a nossa mente, emoções e desejos foram manchados pelo pecado e somos cegos para o quão penetrante o problema realmente é.

Podemos não entender os nossos próprios corações, mas Deus entende. Ele "conhece os segredos do coração" (Salmo 44:21; ver também 1 Coríntios 14:25). Jesus "conhecia a todos, e não necessitava de que alguém lhe desse testemunho do homem, pois bem sabia o que havia no homem" (João 2:24-25). Com base em Seu conhecimento do coração, Deus pode julgar com retidão: "Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações" (Jeremias 17:10).

Jesus destacou a condição caída de nossos corações em Marcos 7:21-23: "Pois é do interior, do coração dos homens, que procedem os maus pensamentos, as prostituições, os furtos, os homicídios, os adultérios, a cobiça, as maldades, o dolo, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a insensatez; todas estas más coisas procedem de dentro e contaminam o homem." O nosso maior problema não é externo, mas interno - todos nós temos um problema de coração.

Para que uma pessoa possa ser salva, então, o coração tem que ser mudado. Isso só acontece pelo poder de Deus, em resposta à fé. "Com o coração se crê para justiça" (Romanos 10:10). Em Sua graça, Deus pode criar um coração novo dentro de nós (Salmo 51:10, Ezequiel 36:26). Ele promete "vivificar o coração dos contritos" (Isaías 57:15).

A obra de Deus de criar um novo coração dentro de nós envolve testar o nosso coração (Salmo 17:3; Deuteronômio 8:2) e encher os nossos corações com novas ideias, nova sabedoria e novos desejos (Neemias 7:5; 1 Reis 10:24; 2 Coríntios 8:16).

O coração 
é o centro do nosso ser, e a Bíblia coloca grande importância em manter o coração puro: "Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida"  
 (Provérbios 4:23).

Fonte: http://www.gotquestions.org/Portugues/o-coracao.html

29/02/2016

Ansiedade, uma ameaça à nossa vida


Referência: Lucas 12.22-34

INTRODUÇÃO
1. Você é uma pessoa ansiosa? A ansiedade tem tomado conta da sua vida nos últimos dias? Você é daquilo tipo de gente, que vive roendo as unhas? Antecipando os problemas? Os problemas ainda estão longe e você pensa que eles estão batendo à sua porta? Sofrendo antes dos problemas e até criando problemas? Você sofre pensando no que vai comer, no que vai vestir? Onde vai morar? Onde vai trabalhar? Onde seu filho vai estudar? Como vai ser sua aposentadoria? E se você ficar doente? E se alguém da sua família morrer?
2. A ansiedade é o mal deste século. Atinge a homens e mulheres, jovens e velhos, doutores e analfabetos, religiosos e ateus. As pessoas andam com os nervos à flor da pele. São como um vulcão prestes e entrar em erupção. São como um barril de pólvora prontas para explodir.
3. Há várias causas de ansiedade:

Devocional

Devocional Diário